faceralis

 

posvendaclick

medidasfapak10A FPAK deu a conhecer em comunicado as principais linhas mestras que irão suportar os regulamentas dos diversos campeotos de ralis para 2011.

Dos diversos pontos que a FPAK anunciou nesse comunicado, e que poderá ler em baixo, fica a certeza que para combater a crise de inscritos no Nacional (excepção feita às provas internacionais) serão mais uma vez os regionais (tal como aconteceu no Open) a dar o seu contributo.

Aqui ficam os diversos pontos do comunicado que incidem sobre os ralis e quais as novidades para o próximo ano.

1) Campeonato de Portugal de Ralis 2011
Manterá o seu figurino habitual de oito provas, incluindo as provas Vodafone Rali de Portugal, SATA Rali Açores e Rali Vinho da Madeira.
Sendo contudo considerados para a classificação final apenas os 6 (seis) melhores resultados obtidos.

2) Campeonato de Portugal de Ralis 2L/2RM
Terá 6 (seis) provas, e as viaturas admitidas a participar serão exactamente as mesmas que estão definidas para 2010.
O CPR 2L/2RM 2011 será composto por apenas 6 (seis) provas que serão disputadas no território continental, pontuando para este Campeonato a totalidade das provas disputadas.
No programa de todas as seis provas do CPR2, disputar-se-á paralelamente uma prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis (VSH) que corresponda à zona em que a prova se disputar.
Sendo que quando uma prova do Campeonato 2L/2RM integrar simultaneamente o Campeonato de Portugal de Ralis, os Condutores participantes pontuarão simultaneamente para os dois Campeonatos, desde que neles estejam previamente inscritos (uma única Pré-Inscrição).

4) Sistemas de pontuações
À excepção dos Campeonatos de OffRoad e de Karting, cuja definição será efectuada posteriormente, todos os outros campeonatos nacionais ou regionais, passarão a ter em 2011 a seguinte tabela de pontuações no que se refere à classificação geral absoluta:

1º 25 Pontos 6º 8 Pontos
2º 18 Pontos 7º 6 Pontos
3º 15 Pontos 8º 4 Pontos
4º 12 Pontos 9º 2 Pontos
5º 10 Pontos 10º 1 Ponto
A partir do 11º classificado (inclusive) todos os restantes classificados receberão 1 (um) ponto

Sendo que em relação às provas dos CPR e CPTT, serão abolidas as bonificações por etapa anteriormente existentes.
Passando assim um 1º (ou 2º, ou 3º, etc.) lugar (es) de qualquer uma das provas que integrem cada um destes Campeonatos (sejam elas apenas nacionais ou integrando Campeonatos FIA) a ter a mesma pontuação.

Estando ainda em estudo a hipótese de vir a ser criada uma possibilidade excepcional de pontuação para esses dois Campeonatos, aplicável apenas em provas de Campeonatos ou Taças FIA, no que se refere aos concorrentes que não hajam cumprido a prova na sua totalidade mas tenham participado em parte da prova sob as regras do "SuperRally".

5) Inscrições dos Campeonatos
Manter-se-á em 2011 a Pré-Inscrição obrigatória em todos os Campeonatos acima referidos, bem como nos Campeonatos dos Açores e da Madeira de Ralis, Campeonatos de OffRoad e Regionais de Ralis.
No que se refere aos Campeonato de Portugal de Ralis (CPR) e de Todo o Terreno (CPTT), no acto da sua inscrição prévia no Campeonato, o Concorrente deverá indicar obrigatória e previamente no respectivo Anexo ao Boletim de Inscrição no CPR (ou CPTT) 2011, quais as 6 (seis) provas em que pretende pontuar.
Sendo-lhe dada a possibilidade única de antes da 5ª prova do CPR (ou 4ª do CPTT) 2011, solicitar a substituição de uma das provas anteriormente indicadas (mas ainda não realizadas) por outra que não haja previamente seleccionado.

8) Campeonato Open de Ralis 2011
Terá um máximo de até 10 (dez) provas, sendo preferencial mas não obrigatoriamente, metade em pisos de terra e metade em pisos de asfalto.
As viaturas admitidas a participar serão as mesmas que estão definidas para 2010.
Tomando em consideração a análise efectuada às épocas de 2008, 2009 e 2010, e pese o facto de continuar a existir uma desejada e efectiva dispersão geográfica a nível nacional das provas que o integrarão, constata-se a existência de uma concentração localizada regionalmente em relação aos participantes nas provas do COR.
Pelo que o número máximo de resultados que poderão vir a ser obtidos na totalidade das (até dez) provas que virão a integrar o COR 2011, será (tal como em 2010) de no máximo 6 (seis). Aplicando-se idêntica regra ao Campeonato de Portugal Junior de Ralis.
Continuando a não ser exigida qualquer inscrição prévia nestes dois Campeonatos.
Os concorrentes inscritos nos diferentes Campeonatos Regionais de Ralis, cujas provas integrem o COR 2011, continuarão a pontuar simultaneamente para os dois Campeonatos.

9) Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira
No que se refere aos Campeonatos dos Açores e da Madeira de Ralis, aguardam-se ainda as sugestões que as respectivas estruturas de cada uma dessas Regiões Autónomas venham a propor em relação à regulamentação a vigorar em 2011.

Não lhe é permitido comentar.