faceralis

 

usados

bassosanremo10O primeiro dia do Rali Sanremo foi muito animado por ter tido várias trocas de líder mas, por outro lado, foi uma grande dor de cabeça para muitos, no que diz respeito à escolha de pneus pois, as condições climatéricas estiveram muito instáveis.
Giandomenico Basso iniciou o rali com algumas dificuldades nas escolhas de pneus mas, no entanto, nunca se afastou muito dos que seguiam nos lugares do pódio. A rodar na quarta posição desde o inicio, Basso venceu a derradeira especial de 44 quilómetros e terminou o dia na liderança, com o renovado Punto S2000.
Paolo Andreucci liderou no quarto e quinto troço mas, os Abarth estiveram muito fortes na última especial e o italiano da Racing Lions, terminou a etapa em segundo da geral, a 5,2s de Basso.
Tal como o seu companheiro de equipa, Luca Rossetti também não se deu bem nas primeiras especiais mas, no entanto, conseguiu secundar Basso na longa especial, saltando de quinto para terceiro da geral, estando a 12,3s de Andreucci.
Após ter sido o mais rápido durante o shakedown, Kris Meeke também começou bem o rali, ao ser o primeiro a vencer um troço e, como tal, também foi o líder das primeiras três especiais. Acabou por perder essa posição para Andreucci mas, acabaria por cometer um erro na derradeira especial e baixou para a quarta posição, após ter partido uma jante.
Juho Hänninen tem surpreendido nos pisos de asfalto e em Itália não foi excepção. Andou sempre em segundo ou terceiro mas, uma escolha errada de pneus no último troço, fez com que caísse para quinto.
Esperava-se mais de Bryan Bouffier mas, o piloto francês também não tem muita experiência neste rali e encontra-se na sexta posição a 7,3s de Hänninen.
Não fosse uma penalização de 10 segundos, Freddy Loix poderia estar a ocupar a quinta posição pois, terminou o dia apenas a 1,8s de Bouffier e a 9,1s de Hänninen.
Apesar de estar a disputar o campeonato italiano, Jan Kopecký andou todo o dia um pouco nervoso pois, na edição 2009, o piloto checo desistiu muito cedo. Escolhas erradas de pneus, também condicionaram o seu andamento, terminando a quase 1m30s do líder.
Bruno Magalhães também errou nas escolhas dos pneus mas, com condições atmosféricas tão incertas, não esteve fácil para ninguém. O português ocupa a décima primeira posição desde o inicio mas, tem possibilidades de melhorar amanhã.

 

LÍDERES DO RALI:
Kris Meeke (Pec 1 a 3); Paolo Andreucci (Pec 4 e 5); Giandomenico Basso (Pec 6)
VENCEDORES DE TROÇOS:
Kris Meeke (2); Paolo Andreucci (3); Luca Rossetti (1); Giandomenico Basso (1)

DESISTENTES
Andreas Mikkelsen; Umberto Scandola; Daniel Oliveira; Niall McShea

CLASSIFICAÇÃO 1º DIA (link)
1º Giandomenico Basso – Fiat Grande Punto 1h15m50,6s
2º Paolo Andreucci – Peugeot 207 S2000 a 5,2s
3º Luca Rossetti – Fiat Grande Punto a 17,5s
4º Kris Meeke – Peugeot 207 S2000 a 46,9s
5º Freddy Loix – Skoda Fabia S2000 a 48,2s
6º Juha Hanninen – Skoda Fabia S2000 a 49,1s
7º Bryan Bouffier – peugeot 207 S2000 a 55,6s
8ª Jan Kopecky – Skoda Fabia S2000 a 1m28,2s
...
11 Bruno Magalhães – Peugeot 207 S2000 a 1m37,5s

Colaboração Ricardo Nascimento

Não lhe é permitido comentar.