faceralis

 

ANUARIO123

piolodoraliDepois de conquistado o título regional na Formula 3, Paulo Maciel não deixou de marcar presença no Rali Ilha Lilás, prova que a equipa não tinha seleccionado para pontuar em 2010. Assim, o rápido piloto micaelense vai colaborar com a organização da prova, desempenhando as funções de carro-zero, a viatura de segurança que abre a estrada logo antes do primeiro concorrente. Sendo uma forma de "participar na festa, e de agradecer ao público o apoio dado nas anteriores deslocações à Terceira", Maciel diz que assim "poderei também estar por dentro de um rali onde espero poder correr futuramente", explicou. O piloto será acompanhado por Miguel Sousa Azevedo, jornalista de "a UNIÃO" e que este ano foi o "press-officer" da dupla Paulo Maciel/Filipe Gouveia.

Por falar em "a UNIÃO". Este conhecido jornal vai distinguir novamente o "Piloto do Rali". À semelhança do sucedido no Rali Sical deste ano, e na segunda edição do Rali Ilha Graciosa, o jornal angrense "a UNIÃO" vai distinguir o "Piloto do Rali" na 32ª edição do Rali Ilha Lilás/Além Mar. Um júri formado por convidados irá escolher o concorrente que mais se destacar ao longo das nove classificativas, com o vencedor a ser agraciado com uma peça alusiva ao feito, novamente baseada numa imagem inédita e exclusiva do cartoonista terceirense Bruno Rafael.

"O Piloto do dia" será um adicional motivo de interesse no próximo Rali Ilha Lilás e visa premiar publicamente, no final do rali, o piloto cuja actuação mais de destacou ao longo do fim-de-semana. Nesta votação, onde intervirão um painel de entidades especialmente convidado para o efeito, em analise estarão as condições de participação, a viatura a tripular, a garra e o desempenho manifestados durante a participação no Rali Ilha Lilás, edição 2010. Esta será uma iniciativa do programa "Máquinas", uma produção da PromoVerde para a RTP Açores.

Será com o número 9 nas portas do Mitsubishi Lancer EVO8 com as cores da "POLAR Sun glasses" que Hermano Couto e Nelson Dinis apostam numa "boa presença" no Rali Ilha Lilás, prova em vão alinhar "com o objectivo constante de aproveitar ao máximo as sensações da modalidade", diz o piloto. A dupla, este ano novamente a representar o Team Clube Nacional da Madeira recorda o terceiro lugar alcançado no rali de 2009 como "uma excelente posição, mas muito difícil de se repetir dadas as equipas presentes", confessa Hermano Couto. O micaelense radicado na Terceira vai correndo "os ralis de que gosto, e naturalmente os da Terceira, sem ambições nos campeonatos, embora este ano estejamos bem posicionados no Troféu de Super-especiais do TAC", afirma.

O Rally Ilha Lilás é encarada por Bruno Tavares e Emanuel Silva como mais uma final, esperançados ainda na conquista do Campeonato de Veículos sem Homologação (VSH), e a consciência que dependem de terceiros, foi realizada nova revisão ao Peugeot de forma a prevenir eventuais problemas mecânicos, que não atrapalhem a luta pela vitoria. Depois do excelente resultado em Santa Maria, o nível de confiança de Bruno Tavares aumentou, no qual irá fazer tudo por tudo para tirar todo o partido da máquina, de forma a alcançar o único objectivo definido para este rally "Lutar pela vitoria" na classe dos Veículos sem Homologação (VSH), dignificando a empresa Dinarte Dâmaso e Filhos Lda.

Não lhe é permitido comentar.