faceralis

 

rvmlogo24 madeira

carreiraDepois do terceiro lugar conquistado no Rally de Lisboa, Danny Carreira (agora com Valter Cardoso como navegador) não deu hipóteses à concorrência no Rali de Castelo Branco e Vila Velha de Ródão. Não só fez o pleno de vitórias em classificativas, como, não raras vezes, intrometeu o Clio Rally5 entre carros de categorias mais competitivas.

À chegada a Castelo Branco e depois de dois dias disputados em estradas bastante rápidas e com temperaturas superiores aos 30 graus, o piloto sublinhou: "Não estava à espera de impor esta superioridade. Acreditei que podia ganhar um outro troço, mas nunca todos. O segredo deste resultado reside no trabalho que todos desenvolvemos: desde o Valter, à equipa, que me proporcionou um carro espetacular. Estive muito confortável durante os dois dias, pelo que não posso estar mais satisfeito".

Emocionante foi a luta pelo segundo lugar, com três equipas a partirem para a "Power Stage" separadas por escassos 8,8 segundos.

No final, vantagem para a dupla Pedro Pereira Jr./Tiago Silva, mas com o jovem piloto a admitir. "Apesar do segundo lugar ser um resultado bastante bom, não estou nada satisfeito com o andamento. O carro é fantástico, mas não nos entendemos com estas classificativas tão rápidas. Na minha carreira, nunca me tinha acontecido andar tão longe do mais rápido, pelo que toda equipa tem de analisar o que aconteceu e encontrar explicações".

Com Ricardo Cunha como navegador, Nuno Coelho conquistou o primeiro pódio da época no Clio Trophy Portugal. "O carro esteve espetacular e acumulámos quilómetros. É verdade que podíamos ter sido mais rápidos, mas preferimos não correr grandes riscos. Está-se a andar muito depressa e, neste rali, o Danny esteve inacessível. Pela minha parte, estou a divertir-me bastante a fazer o troféu".

Depois da vitória no Rally de Lisboa, Gil Antunes (desta vez, com Fábio Ribeiro como navegador), não teve uma prova isenta de percalços. No troço inaugural do Rali Castelo Branco e Vila Velha de Rodão perdeu quase um minuto na sequência de um furo e depois ainda sofreu uma penalização de 10 segundos por antecipar a partida numa especial. "Depois destes azares fizemos a recuperação possível. Andámos num bom ritmo, fizemos tudo para ainda chegar a um dos lugares do pódio, mas o mais importante é que conquistámos importantes pontos para o troféu".

Depois da desistência no Rally de Lisboa, Carlos Marreiros Jr., com Ricardo Barreto como navegador, terminou num positivo quinto lugar. "Acumulei quilómetros, experiência e melhorei os tempos nas segundas passagens pelas classificativas. O carro é espetacular, por isso, estou satisfeito com o resultado", sublinhou o jovem algarvio.

Com a sexta posição, a dupla Luís Caetano/David Monteiro conquistou importantes pontos para o troféu. "Num rali bastante rápido, andámos sem correr riscos, com o objetivo de ganhar experiência com o carro".

Com o consagrado Nuno Rodrigues da Silva como navegador, Paulo Barata foi o sétimo classificado. "O balanço é muito positivo. Já desfrutei do carro, que é espetacular e aprendi também muito com o Nuno. Venham as próximas provas para continuar a divertir-me", sublinhou o piloto.

O algarvio Vasco Tintim, com Nuno Duque como navegador, terminou na oitava posição o Rali de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão. "Mais uma estreia num rali, mas gostei bastante da experiência. O carro é espetacular e os quilómetros que acumulei foram importantes para divertir-me ainda mais nas próximas provas", afirmou o piloto.

Depois da desistência por acidente no Rally de Lisboa, a dupla Henrique Azenha/Hugo Marques não escondeu a satisfação pela conquista do nono lugar. "Estou muito contente, pois não cheguei a Castelo Branco com a moral em alta. A confiança foi aumentando ao longo da prova, consegui fazer tempos no ritmo do Tintim, pelo que não se pode pedir mais a alguém com a minha inexperiência e idade", destacou o decano do Clio Trophy Portugal.

Depois da saída de estrada no dia inaugural, a dupla José Pedro Quintas/Nuno Carvalhosa regressou na segunda etapa, em "Super Rally", fazendo quilómetros e acumulando experiência com o Clio Rally5, que vão ser importantes para o futuro.

Nos dias 30 e 31 de agosto, o Constálica Rallye Vouzela e Viseu é a prova que se segue, a terceira do calendário do Clio Trophy Portugal.

Classificação final do Rali Castelo Branco e Vila Velha de Rodão

1º Danny Carreira/Valter Cardoso, 1h03m13,6s

2º Pedro Pereira Jr./Tiago Silva, a 1m55,4s

3º Nuno Coelho/Ricardo Cunha, a 2m01,7s

4º Gil Antunes/Fábio Ribeiro, a 2m05,7s

5º Carlos Marreiros Jr./Ricardo Barreto, a 3m51,6s

6º Luís Caetano/David Monteiro, a 3m55,3s

7º Paulo Barata/Nuno Rodrigues da Silva, a 6m06,5s

8º Vasco Tintim/Nuno Duque, a 9m13,2s

9º Henrique Azenha/Hugo Marques, a 9m33,1s

10º José Quintas/Nuno Carvalhosa, a 17m23,5s

Classificação do Clio Trophy Portugal

1º Danny Carreira, 43 pontos;

2º Gil Antunes, 40;

3º Pedro Pereira Jr., 37;

4º Nuno Coelho, 27;

5º Paulo Barata, 14;

6º José Pedro Quintas, 13;

Luís Caetano, 13;

8º Vasco Tintim, 11;

9º Carlos Marreiros, 10;

10º Henrique Azenha, 4.

 

Não lhe é permitido comentar.