faceralis

 

penafielracingfest

citroenO Rali de Lisboa – Memorial Joaquim Santos, uma organização do Clube de Promoção de Karting e Automobilismo (CPKA), realiza-se entre os dias 7 e 8 de junho. Com um formato compacto que não irá além das 48 horas, terá 13 provas especiais de classificação num total de 102,33 quilómetros disputados contra o cronómetro e cerca de 390 quilómetros de ligações. Homenageando a memória do enorme campeão que foi Joaquim Santos, o rali é a única prova pontuável para a Taça de Portugal de Ralis.

José Pedro Fontes e Inês Ponte regressam à ação em pisos de asfalto neste Rali de Lisboa – Memorial Joaquim Santos, ao volante do Citroën C3 Rally2 preparado e assistido pela Sports&You e usado pela dupla do Citroën Rally Team no Campeonato de Portugal de Ralis. O objetivo do bicampeão de Portugal de Ralis é muito claro: testar soluções para o C3 Rally2 e procurar a vitória que leve mais um troféu de prestígio para o palmarés do piloto da Citroën.

Após um início de temporada menos conseguido, a chegada dos pisos de asfalto redobra a motivação do piloto portuense. Num piso onde se sente particularmente à vontade e onde o Citroën C3 Rally2 mostra muita fiabilidade e um desempenho superior, José Pedro Fontes e Inês Ponte têm uma oportunidade de desenvolver o carro para as próximas provas do CPR e, claro, levar mais um troféu para casa.

O Rali de Lisboa – Memorial Joaquim Santos irá cumprir classificativas em Mafra, Vila Franca de Xira, Montejunto e Alenquer, antes de se encaminhar para clássicas como Alcabideche, Peninha e a Super Especial de Cascais, sempre um ponto alto da organização da CPKA. O Parque Fechado será localizado na Alta de Lisboa, tal como o Parque de Assistências. Por outro lado, a cerimónia de partida será realizada no Padrão dos Descobrimentos, depois da realização do "Shakedown" no troço de Sobral da Abelheira, em Mafra. A cerimónia de entrega de prémios será no final do dia de sábado no Padrão dos Descobrimentos.

Para José Pedro Fontes: "este é um rali muito interessante e vai permitir readquirir as rotinas próprias de um rali em asfalto. Por outro lado, permite-nos ensaiar algumas coisas para o nosso Citroën C3 Rally2 estar perfeito para enfrentar a fase de alcatrão do Campeonato de Portugal de Ralis (CPR). Uma fase muito importante e determinante, depois de alguns "azares" durante a fase de terra do CPR. Vencer o campeonato não será tarefa fácil, mas queremos afastar a má sorte e sorrir a resultados que revelem as nossas capacidades como equipa forte que somos. Portanto, esta participação no Rali de Lisboa – Memorial Joaquim Santos enquadra-se numa lógica de teste em condições de competição, permitindo, igualmente, tentar encontrar mais um troféu para a minha galeria pessoal e para a galeria da Sports&You. Acima de tudo, vou tentar divertir-me, dar espetáculo e, no final, sagrar-me vencedor da Taça de Portugal. Seria uma honra para mim e tenho a certeza para todos os membros da equipa."

Não lhe é permitido comentar.