faceralis

 

ANUARIO123

vidreiroO Rali Vidreiro, sétima prova do Campeonato de Portugal de Ralis, tem tudo para ter emoção a rodos, obrigando os quatro pilotos candidatos ao título a terem que dar tanto uso ao acelerador como à calculadora.

Poucas hipóteses existem de o título ficar já entregue e, se assim acontecer, é quase obrigatório que Armindo Araújo tenha que vencer o rali (ganhe ainda a power stage) e esperar que Ricardo Teodósio fique fora dos quatro primeiros e Bruno Magalhães fora dos lugares do pódio.

Digamos que é um cenário pouco provável, tanto mais que as ambições de Ricardo Teodósio e Bruno Magalhães passam, certamente, por vencer esta prova, não sendo aliás os únicos com vontade e engenho para o fazer.

Nesta análise entra José Pedro Fontes, vencedor da última prova em asfalto (Rali da Água) e que também já sabe o que é vencer o Vidreiro com o Citroen DS3 R5. Aliás, para Fontes se manter ainda matematicamente na luta pelo título só lhe resta mesmo vencer e esperar que Armindo Araújo fique fora dos primeiros lugares. Não vencer, ou mesmo terminar fora do pódio, deixará Fontes fora da luta pelo título.

Nesta prova joga-se também muito do que será o fim de época. Basta dizer que a Armindo Araújo um sexto lugar (sem qualquer ponto obtido na powerstage) representa quase uma desistência, pois coincide com o número de pontos (12) que terá de deitar fora depois de concluir o último rali (caso fique com resultados dentro dos cinco primeiros em todas as provas).

Para Ricardo Teodósio o raciocínio é semelhante, com a agravante que o pior resultando é um 4º lugar (14 pontos), o mesmo sucedendo com Bruno Magalhães. Quer isto dizer que só mesmo o pódio interessa para estes dois pilotos.

Os cálculos a fazer, por estes quatro pilotos, terão ainda que contar com a prestação de Pedro Meireles, vencedor em 2020, e que nesta prova pode muito bem baralhar as contas dos seus adversários.

Certo mesmo é que a calculadora tem que começar já a funcionar e muitos cenários são ainda possíveis em função, por exemplo, de uma hipotética desistência de um dos quatro candidatos ou de um forte atraso por causa de um furo ou uma saída de estrada.

Por tudo isto, emoção e alguns nervos poderão estar presentes neste Rali Vidreiro.

Não lhe é permitido comentar.