faceralis

 

ANUARIO123

kiaCom duas rondas volvidas e muita competitividade pelo meio em provas marcadas por algumas surpresas e a indefinição dos resultados, é com um espírito repleto de entusiasmo que o Kia Rally Cup viaja até à Marinha Grande para a última ronda da temporada 2021.

Com Miguel Abrantes/Filipe Carvalho e Pedro Ruivo/José Patrício envolvidos numa animada batalha pelo triunfo em cada jornada até agora decorrida, a expectativa em torno do eventual vencedor da classe reservada aos Picanto e também do Troféu como um todo será um dos pontos altos do Rali do Vidreiro Centro de Portugal.

Além dos dois candidatos ao 'título´ da competição promovida pela CRM Motorsport com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, Charm Nature, Movielight e Toyo Tires, junta-se ao plantel Kia, na prova organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande (CAMG), a dupla André Marques/Alice Santos, igualmente ao volante de um Picanto GT. Mas também Tiago Raposo Magalhães/Tiago Carvalho, conjunto que fará o segundo teste competitivo ao volante do novo Kia Rio Rally, após a bem-sucedida
estreia no Rali das Camélias.

Para o atual líder do Kia Rally Cup, "o Rali do Vidreiro Centro de Portugal será ainda mais entusiasmante para as duplas dos Kia Picanto", pois conta com troços mais fluidos e rápidos."Já fizemos os reconhecimentos e fiquei com a ideia de que podemos andar mais para a frente. Embora sabendo de antemão que o Pedro Ruivo, ao jogar em casa, estará mais forte, espero conseguir terminar com chave de ouro o Troféu", adianta Miguel Abrantes, ciente de que não necessita de ganhar a prova
para vencer a competição. "Ainda assim", salienta, "vamos encarar o rali com o objetivo de comemorar mais um triunfo", conclui
o piloto de Águeda, que contará novamente com o apoio da Speedy Motorsport na preparação do carro.

Pedro Ruivo, por seu turno, mantém o diapasão que o trouxe ao Kia Rally Cup e que tão bom resultado tem granjeado desde a estreia: "Continuo a ser um rookie neste desporto e nesta modalidade, e por isso vou participar no Rali do Vidreiro com o objetivo de continuar a divertir-me ao volante do Kia Picanto GT sem qualquer pressão competitiva", reconhece.

Para o piloto assistido pela Filipe Sport, o mais difícil será controlar as emoções em torno desta prova: "Para alguém que nasceu em Leiria, que está habituado a acompanhar esta prova a partir das estradas de São Pedro de Moel e que seguia o desporto do lado de fora através do meu pai, que tinha uma loja de peças de automóveis e para quem, desde logo, dedico este momento; participar no Rali do Vidreiro é um sonho tornado realidade", admite. "Espero, por esse motivo, cumprir sem percalços todos os troços e continuar a aprender ao volante de um carro absolutamente viciante".

Numa participação que contará com duas estreias em simultâneo, André Marques tem como objetivo chegar ao fim e divertir-se com o carro: "Além de ter pouca experiência nesta modalidade, o Rali do Vidreiro marca a minha estreia ao volante do Picanto GT e também da minha navegadora Alice Santos nos ralis. Vamos encarar esta nossa presença com o objetivo de nos divertirmos e como um primeiro teste que nos leve a participar em todas as provas do campeonato do próximo ano com este carro", assegura o piloto da CRM Motorsport.

Já Tiago Raposo Magalhães procurará, com a ajuda de Tiago Carvalho, dar mais um passo na evolução do Kia Rio Rally:
"O Rali do Vidreiro é uma prova que conhecemos bem e que nos permite colocar à prova o Kia Rio Rally num grau de competitividade mais elevado do que aquele que foi registado, por razões naturais, na estreia do carro, durante o Rali das Camélias. Após um primeiro contacto repleto de boas indicações, queremos dar seguimento ao trabalho iniciado desafiando mais os limites do Rio neste nosso regresso à região Centro, embora sem nunca comprometer a excelente base de fiabilidade que já apresenta neste momento", refere o CEO da CRM Motorsport.

Não lhe é permitido comentar.