faceralis

 

ANUARIO123

teotonioFernando Teotónio e Luís Morgadinho estão de regresso à estrada para disputarem no Rali da Água – CM Alto Tâmega a sua primeira prova desde as férias de verão no Campeonato de Portugal de Ralis RC2N, que lideram após dois triunfos.

Tem sido uma época a rondar a perfeição. Duas provas disputadas, dois triunfos sem contestação para Fernando Teotónio e Luís Morgadinho, aos comandos do Mitsubishi Lancer EVO X do Macambi Racing Team, nas contas dos RC2N, coroando exibições musculadas nos ralis Terras D'Aboboreira e de Castelo Branco.
E é em terras transmontanas que este fim-de-semana a dupla pretende prosseguir os êxitos conseguidos após pausa estival, e não apenas na sua categoria, pois o piloto do Fundão assume que as suas ambições vão um pouco mais além.
"No Rali da Água – CM Alto Tâmega vamos para lutar continuar a vencer no grupo RC2N, dando assim mais um passo importante para o título. Mas temos uma expetativa mais forte que é entrar nos dez primeiros da geral", diz Fernando Teotónio, que depois de olhar para a lista de inscritos percebeu que os seus objetivos são mais altos: "Quero tentar conseguir ficar nos dez primeiros do campeonato nacional absoluto. O que para nós era bom, dada a lista de inscritos. Vamos fazer por isso!".
A Macambi Racing também trabalhou para que a nível mecânico nada falhasse nesta deslocação a Trás-os-Montes. "O carro, neste defeso, a nível de desenvolvimento não sofreu muito, porque já está no máximo que o regulamento de um Grupo N permite. Mas sofreu uma profunda revisão, para acabarmos o resto da época sem sobressaltos e problemas, como a nossa equipa já nos habituou", aproveitando Luís Morgadinho, navegador e Team Manager para destacar"o excelente trabalho técnico da Domingos Sport na preparação do carro. Dão-nos toda a confiança para podermos atacar e extrair tudo Mitsubishi!".
A dupla vai a Trás-os-Montes preparada para tudo mas com a esperança de que "o tempo esteja bom, pois permitir-nos-á extrair todo o potencial do carro. As classificativas, como já observei em vídeos, têm algumas alterações em relação ao passado. Nós conhecemos a maior parte do percurso, embora estivéssemos muito tempo parados", refere também Fernando Teotónio, que por isso quer ver "que ritmo vamos começar a impor. Mas o objetivo é sempre o mesmo: a vitória!".

Não lhe é permitido comentar.