faceralis

 

usados

sergioSérgio Brás e Nuno Rodrigues da Silva regressaram à competição no passado fim de semana, no Rali Alto Tâmega, onde a dupla do Peugeot 208 R2 conseguiu o 4.º lugar no Challenge R2 & You. Piloto de Almada recuperou o ritmo no asfalto e fez balanço positivo da prova transmontana.

Quase seis meses depois da prova de abertura da temporada, em Fafe e Felgueiras, Sérgio Brás voltou a competir no Challenge R2 & You, troféu destinado aos competitivos Peugeot 208 R2. O piloto de Almada, que foi vice-campeão da Taça FPAK logo na sua primeira época completa na modalidade, em 2018, enfrentou a natural falta de ritmo provocada por cerca de um ano sem disputar ralis de asfalto. Ainda assim, Sérgio Brás esteve sempre no 4.º lugar da competição no Rali Alto Tâmega e cumpriu o objetivo nos troços de Chaves e Boticas.

"Queríamos recuperar o ritmo no asfalto, pois já não disputávamos uma prova neste piso há quase um ano", referiu Sérgio Brás, aludindo ao Rali Terras D'Aboboreira, realizado em setembro de 2019. "O Rali Alto Tâmega tem troços longos e exigentes, por isso fomos readquirindo o ritmo ao longo da prova e não tivemos qualquer percalço de maior. A equipa Inside também nos deu um Peugeot em excelentes condições, por isso o balanço do rali é positivo e o 4.º lugar no troféu cumpriu os nossos objetivos", afirmou o piloto navegado por Nuno Rodrigues da Silva, que vai agora ponderar a próxima prova do seu programa desportivo em 2020.

Não lhe é permitido comentar.