faceralis

 

usados

teomad20aposO Campeonato de Portugal de Ralis viajou até à bonita ilha da Madeira, onde o Team Vito Skoda voltou a lutar pelo pódio no asfalto insular. Quarto lugar final não satisfaz Ricardo Teodósio, que, no entanto, não baixa os braços na luta pelo título.

Ricardo Teodósio e o navegador José Teixeira sabiam que a terceira ronda da temporada, o Rali Vinho da Madeira, seria uma prova de fogo na sua época, visto que a concorrência direta é normalmente bastante forte na prova insular. A dupla do Team Vito Skoda entrou determinada no rali, mas cedo percebeu que o set-up escolhido para o seu Skoda Fabia R5 Evo não era o mais eficaz, perdendo tempo importante na luta pelas primeiras posições do CPR.

"O Rali Vinho da Madeira é uma daquelas provas onde temos de ter plena confiança no carro para atacar logo desde o primeiro metro. Na primeira secção de troços senti-me bem com o carro, mas os tempos simplesmente não 'saíam'. Quando voltámos à assistência decidimos mudar a afinação e também o estilo de pilotagem, mas confesso que prefiro sempre um estilo mais agressivo, algo que neste rali não foi possível. O quarto lugar não é o resultado que queríamos, mas também não é negativo, pois acumulámos pontos importantes e continuamos no top 3 do campeonato. Vamos agora preparar da melhor forma o Rali Alto Tâmega e tentar regressar às vitórias dentro de três semanas", afirmou o campeão nacional em título.

Não lhe é permitido comentar.