faceralis

 

usados

armindocbaposArmindo Araújo e Luís Ramalho voltaram a vencer o Rali de Castelo Branco, repetindo o resultado do ano passado, e somaram a segunda vitória consecutiva no Campeonato de Portugal de Ralis, em outras tantas provas disputadas.

Depois de terem assumido a liderança do rali, logo na classificativa de abertura, e terem travado uma luta bem quente, com dois dos seus diretos adversários, tão elevada quanto o calor que se fez sentir, a dupla do Skoda Fabia R5 Evo, entrou, no dia de hoje, novamente com um ritmo bem forte e conseguiu aumentar a distância para o seu mais direto perseguidor.

“Entramos de novo ao ataque e aumentamos a margem para o nosso adversário, que a partir da primeira especial de hoje passou a ser o Bruno Magalhães. Na parte da tarde usamos a mesma tática na segunda passagem pela classificativa de Dáspera e partimos para a última com dez segundos de vantagem. Podíamos ter imposto um ritmo mais elevado para tentar vencer a power stage, mas preferimos não correr nenhum risco que colocasse em causa a vitória”, referiu na chegada Armindo Araújo.

Duas provas, dois tipos de pisos diferentes e duas vitórias. Este é o saldo da temporada 2020 do Team Armindo Araújo/The Racing Factory. Com um Skoda em pleno quer em Fafe, quer aqui em Castelo Branco, o líder do campeonato não podia deixar de destacar o trabalho de toda a equipa e, obviamente, a sua satisfação pelo resultado. “Tal como na primeira prova, a minha equipa preparou-me um carro que me deu toda a confiança para lutar pela vitória. Fizemos um bom teste antes do rali mas não sabíamos como estaríamos posicionados em relação aos nossos adversários. Senti-me sempre bem com o Skoda e estamos muito contentes com este triunfo”, disse ainda o piloto tirsense.

Num rali marcado pelo plano de contingência imposto pela DGS, Armindo Araújo não esqueceu de agradecer a todos os que colaboraram com a organização para colocar esta prova em marcha. “À Escuderia, à FPAK pelo esforço que fizeram em manter o rali e a todas as equipas presentes e público, pelo civismo e comportamento exemplar, um tremendo obrigado”, concluiu.

Pontuação CPR: 1º Armindo Araújo - 68,51 pontos; 2º B. Magalhães - 50,80; 3º R. Teodósio – 39,76; 4º M. Correia – 24; 5º J.P. Fontes – 21,42

Não lhe é permitido comentar.