faceralis

 

20anos

fontes.cb20jpgO Citroën Vodafone Team está de regresso à atividade, finda uma quarentena de mais de quatro meses e que resultou em alterações no calendário do Campeonato de Portugal de Ralis 2020. É com enorme expectativa que se aguarda este regresso da competição, naquele que é um dos mais importantes campeonatos de automobilismo no nosso país, numa prova de asfalto que é muito do agrado da equipa que defende as cores da Citroën e da Vodafone. José Pedro Fontes e Inês Ponte voltam a juntar-se para tripular o Citroën C3 R5 e o piloto portuense assume que o seu objetivo é repetir os triunfos de 2014, 2015 e 2017.

Focados num regresso de grande nível, José Pedro Fontes e Inês Ponte têm vindo a preparar afincadamente a presença em Castelo Branco. Parte do trabalho passou por não perder ritmo de exigência física ao longo destes quatro meses, e, por outro lado, pela preparação do Citroën C3 R5 com que a dupla vai apresentar-se nos troços albicastrenses. José Pedro Fontes mostra-se, acima de tudo, "muito contente por voltar a competir e espero, paralelamente, que o Rali de Castelo Branco seja um bom exemplo de que o regresso do Campeonato faz sentido, que são levadas a cabo todas as regras sanitárias e que é seguro para todos os envolvidos no rali. Daqui poderão sair padrões importantes para as restantes provas e, portanto, espero que tudo corra da melhor maneira."

Adicionalmente o piloto refere que "este é um rali de que gosto bastante e todos estamos a par dos resultados que aqui temos conseguido alcançar, nomeadamente com o nosso anterior carro. Quero voltar a vencer e Castelo Branco parece-me um palco ótimo, num campeonato muito diferente daquele que inicialmente preparámos. Todavia, as nossas metas não foram afetadas pela pandemia. Estamos a postos, trabalhámos muito durante o período de paragem para reunir todas as condições que nos permitam lutar pelo triunfo numa temporada que, para nós, é um recomeço... Para nós, nada mudou, apenas as datas!"

REGRESSO EM CASTELO BRANCO

Este aguardado regresso do Campeonato de Portugal de Ralis levará as equipas até à Beira Baixa, para realizar o Rali de Castelo Branco (asfalto). A prova levada a cabo pela Escuderia local corre-se na tarde do dia 4 (sábado) e no domingo, dia 5, com um total de 7 especiais e cerca de 100 quilómetros ao cronómetro. Este ano, sem a habitual Super Especial noturna no centro da Cidade de Castelo Branco, a prova terá uma primeira etapa com apenas três especiais: Vila Ruivas 1 e 2 (16,31 Km) e Foz do Cobrão (14,67 Km). Para domingo estão agendados quatro troços que são, afinal, duplas passagens por Dáspera/Sesmo/Salgueiral (12,24 Km) e Santo André das Tojeiras (13,96 Km)

PROGRAMA DO RALI DE CASTELO BRANCO

Sábado, 4 de julho

16h21 - Vilas Ruivas 1 - 16,31 km

17h19 - Foz do Cobrão - 14,67 km

18h12 - Vilas Ruivas 2 -16,31 km

Domingo - 5 de julho

10h48 - Dáspera - Sesmo - Salgueiral 1 - 12,24 km

11h24 - Sto. André das Tojeiras 1 - 13,96 km

14h36 - Dáspera - Sesmo - Salgueiral 2 - 12,24 km

15h09 - Sto. André das Tojeiras 2 - 13,96 km

Não lhe é permitido comentar.