faceralis

 

20anos

armindoO Campeonato de Portugal de Ralis está a menos de uma semana do seu reinício e o Team Armindo Araujo / The Racing Factory está fortemente motivado para o regresso à competição e à defesa da liderança do CPR. O Rali de Castelo Branco será a segunda prova da temporada e a primeira em pisos de asfalto.

Para o piloto do Skoda Fábia R5 Evo, "este é o momento em que todos esperávamos desde que ficamos privados da atividade desportiva. Foram quatro longos meses, após o Rali Serras de Fafe e, por isso, a ansiedade é elevada e a motivação, naturalmente, alta. Estivemos bastante tempo sem competir, já realizamos dois dias de testes de preparação para o rali e vamos fazer ainda um pequeno "shakedown" privado na zona de Castelo Branco para verificar se está tudo perfeito no nosso Skoda".

Num rali que marca a mudança para os pisos de asfalto, Armindo Araújo fará também a sua estreia com o carro da marca checa e espera lutar pela vitória, resultado que conseguiu em 2019. "Vencemos este rali no ano passado e vamos lutar por repetir a vitória. Contudo é a nossa estreia com o carro neste tipo de piso e não sabemos qual será a nossa posição face aos nossos diretos adversários. Estamos confiantes que podemos ter um bom ritmo, mas só quando iniciarmos o rali conseguiremos perceber se a nossa adaptação ao Skoda é eficaz. Seria ótimo conseguirmos a segunda vitória do ano", referiu ainda o piloto tirsense.

Apesar de algumas modificações, fruto das medidas impostas pela DGS, a prova organizada pela Escuderia Castelo Branco apresenta um figurino idêntico ao ano transato, sendo de destacar as medidas restritivas no que toca a super-especial (que não se disputará) e ao acesso ao parque de assistência. "Desejamos que todas as equipas, assim como o público e qualquer interveniente na prova cumpra à risca as medidas de proteção necessárias. Só assim podemos disputar este rali, bem como os restantes até ao final da temporada", concluiu Armindo Araújo.

Não lhe é permitido comentar.