faceralis

 

posvendaclick

filipaFilipa Sanguedo está de volta ao Campeonato de Portugal de Ralis. Aos comandos do Opel Adam R2, a piloto portuense volta a marcar presença no escalão máximo dos ralis em Portugal, regressando ao ativo já no Rali de Castelo Branco, primeira prova da temporada realizada em piso de asfalto.

Mantendo a assistência da Monteiros Competição e mantendo Jorge Manuel Carvalho como navegador, Filipa Sanguedo acredita que, apesar de ponderado, este regresso ao CPR é o caminho certo para a sua carreira. "Ponderámos outras soluções e outras competições, mas o Campeonato de Portugal de Ralis é a maior montra do desporto automóvel em Portugal e não podíamos perder a oportunidade de competir junto dos melhores pilotos, dando aos nossos mais fiéis patrocinadores e parceiros o merecido retorno mediático", começou por dizer a desportista antes de explicar um pouco melhor os seus objetivos para esta temporada: "Existe de facto muita vontade de voltar às competições e uma vez que este será um programa curto quero aproveitar para desfrutar ao máximo, divertir-me e continuar a minha aprendizagem."

Após uma longa ausência e de uma temporada 2018 menos feliz, a piloto manterá a aposta no Opel Adam R2. "O Adam é um carro fiável e competitivo com o qual tenho evoluído desde a versão Cup até ao R2. Ainda tenho um longo caminho a percorrer até conseguir aproveitar todo o seu potencial pelo que não faria sentido trocar de viatura nesta fase."
Com o aproximar do primeiro evento da temporada, Filipa Sanguedo irá reiniciar em breve a adaptação ao Opel Adam R2, tendo em vista a participação do Rali de Castelo Branco. A prova organizada pela Escuderia de Castelo Branco vai para a estrada nos dias 22 e 23 de junho.

Não lhe é permitido comentar.