faceralis

 

posvendaclick
 

brunochefinalBruno Magalhães terminou o Barum Rally na República Checa, sexta prova do Campeonato da Europa de Ralis na nona posição da classificação geral. Um resultado que reflecte a exigência da prova e as dificuldades do piloto português em acertar no 'set-up' e também na escolha de pneus. Apesar do resultado estar longe das suas ambições, o facto de ter conseguido trazer até ao final o Skoda Fabia R5 incólume, numa das mais desafiantes prova do Campeonato, deixou Bruno satisfeito.

À semelhança do dia de ontem, as condições atmosféricas voltaram a desempenhar um papel predominante e baralharam as opções de Bruno e Hugo Magalhães: "Não fizemos a melhor escolha de pneus e claro, fomos penalizados troço a troço com isso. A chuva trocou-nos as voltas. E numa prova onde cometer erros é algo fácil de acontecer, tivemos de fazer as coisas com muita calma e sem correr riscos para garantir chegar ao final do rali. Foi uma prova muito dura e traiçoeira e sendo os primeiros na estrada sem qualquer referência das condições que íamos encontrar, fomos ainda mais penalizados. Tenho pena mas pelo menos fica a satisfação de termos trazido até ao final o carro sem qualquer dano", referiu.

A próxima prova do Europeu realiza-se de 21 a 23 de Setembro na Polónia e apesar de estar grato aos seus patrocinadores pela oportunidade que lhe deram de disputar estas seis provas, Bruno duvida que consiga marcar presença nas duas últimas rondas da temporada: "À partida não estarei presente a não ser que algo mude significativamente. Mas, ter chegado até aqui foi muito importante para nós e isso só foi possível com o apoio dos nossos patrocinadores que acreditaram no nosso trabalho. Um obrigado especial a todos eles", rematou Bruno Magalhães que mantém o segundo lugar nas contas do Campeonato do Europeu de Ralis.

Não lhe é permitido comentar.