facebook

 

posvendaclick 

brunoO Rali do Chipre é a quarta prova do Campeonato da Europa de Ralis, que se disputa de 15 a 17 de junho. Bruno e Hugo Magalhães vão estar à partida da prova cipriota depois de um vitória brilhante no rali da Grécia.

Para o confronto que agora se avizinha, e ciente da qualidade dos pilotos inscritos e da exigência da prova, a dupla do Skoda Fabia R5 da ARC Sport traça como meta um dos lugares do pódio. Se aliado a isso conseguirem reduzir a diferença pontual para os líderes do campeonato, tanto melhor.

Bruno já teve oportunidade de testar a sua máquina percorrendo cerca de 50 quilómetros nos difíceis pisos do Chipre: "Esta é uma prova muito particular. Disputa-se maioritariamente em terra mas tem 30% de troços em asfalto, o que obriga a um compromisso em termos de afinações mais exigente e difícil de encontrar. Apesar do teste ter corrido bem e de termos uma boa base, há ainda muito trabalho para fazer. Temos de ser muito criteriosos nas escolhas e na estratégia que iremos adoptar e procurar não cometer erros", explicou o piloto português.

Bruno Magalhães já foi bem sucedido em anos anteriores nesta prova, no entanto, o ano passado, teve uma saída de estrada que obrigou ao abandono: "Vamos querer contrariar o resultado de 2017. Coloca-nos um pouco mais de pressão, mas acaba por funcionar como motivação. Queremos vingar esse resultado e chegar aos lugares do pódio. É com esse foco que vamos começar o rali e acredito que vamos conseguir", concluiu o vice-campeão europeu de ralis.

O Rali do Chipre será composto por cerca de 240 quilómetros de especiais cronometradas num total de 13 troços. Vai para estrada no sábado e poderá ser acompanhado em www.fiaerc.com ou na app rally4now. Os resumos dos dias de competição podem ser vistos no Eurosport no sábado às 21.30h e no domingo às 22h.

 

Não lhe é permitido comentar.