facebook

 

pneuimpex
 

3r5estreia copyA Citroën Racing elegeu a Volta à Córsega, a ronda francesa do Campeonato do Mundo de Ralis, para a estreia oficial do novo C3 R5, a sua nova proposta de competição para clientes. O modelo será conduzido por Stéphane Lefebvre e Gabin Moreau neste que é o primeiro dos 7 ralis que fazem parte do seu programa no WRC2 2018, surgindo também nesta prova uma segunda unidade, em versão cliente, pelas mãos da dupla Yoann Bonato/Benjamin Boulloud, incorporada na assistência da equipa oficial.

Eis que chega o momento da verdade para o Citroën C3 R5. Depois de meses de trabalho de desenvolvimento nos bastidores, cobrindo cerca de 6.000 quilómetros de testes desde setembro de 2017 (data da sua primeira saída para testes de estrada), o novo porta-estandarte da Citroën está finalmente apto para fazer a sua estreia em competição, na Volta à Córsega. Ali, o Citroën C3 R5 vai procurar tornar-se na nova referência na categoria.
Stéphane Lefebvre, piloto oficial da Marca e um dos mais envolvidos no processo de desenvolvimento, foi o eleito para demonstrar as qualidades do C3 R5 nas especiais do Campeonato do Mundo de Ralis, iniciando, assim, a sua corrida ao título de WRC2. Para além desta prova, irá apresentar-se em Portugal e Sardenha. Com três temporadas no WRC, aos comandos de modelos de quatro rodas motrizes, o talentoso francês conta com a experiência, maturidade e velocidade necessárias para desafiar os seus adversários.
O mesmo é válido para o campeão de ralis francês de 2017, Yoann Bonato, cujo C3 R5 ver-se-á integrado, para a Volta à Córsega, na equipa oficial, na tentativa de aumentar os meios e melhorar as hipóteses do carro garantir um bom resultado. Igualmente muito envolvido no desenvolvimento do novo modelo, o piloto da região de Isère possui a experiência resultante da participação nas duas últimas edições da prova.

Embora mais de 60 por cento das Especiais serem novas na edição deste ano da prova, o icónico rali, disputado na ilha francesa, compõe-se de estradas exigentes, sinuosas e, ocasionalmente, rápidas, e também longos troços de pura velocidade, com mais de 55 quilómetros, sendo o evento perfeito para demonstrar a versatilidade, fiabilidade e competitividade do novo C3 R5. Vale, também, a pena notar que um terceiro C3 R5 irá fazer a prova como "Carro 0", conduzido pelo piloto de testes Alex Bengué.

O QUE ELES DISSERAM...
François Wales, Diretor de Desenvolvimento, Competição Cliente
"A Córsega é aquilo que consideramos um verdadeiro rali, tendo algumas das estradas mais exigentes do mundo. Estivemos lá no início do ano e novamente em março para duas sessões de testes sucessivas e o nosso C3 R5 demonstrou uma boa forma. Assim sendo, tenho esperança que irá demonstrar o seu potencial na sua estreia competitiva internacional. De qualquer modo, gostaria de reconhecer o empenho de todas as nossas equipas, que têm trabalhado muito para nos proporcionar as melhores hipóteses de sucesso nesta estreia."
Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing
"Como a fasquia padrão no campeonato WRC2 se encontra extremamente alta, precisamos de entrar de imediato no ritmo. Tendo acumulado muitos quilómetros nos testes de desenvolvimento com o C3 R5 durante a época de defeso, o Stéphane e e o Gabin chegam ao rali numa forma particularmente boa. Tenho, portanto, muita fé na sua capacidade de fazer o trabalho que lhes foi imputado, ou seja, demonstrar o nosso novo produto, mesmo que a Volta à Córsega continue a ser um evento icónico, que deve ser tratado com enorme respeito, em especial devido às suas longas classificativas."
Stéphane Lefebvre
"Após uma longa pausa de inverno e uma participação pontual em França, mal posso esperar por voltar às especiais do WRC. É sempre emocionante competir pela primeira vez num carro novo, no qual se trabalhou numa grande parte do seu desenvolvimento! O C3 R5 é um carro definitivamente bem-nascido. Sinto-me confiante ao volante e mal posso esperar por ter a oportunidade de o demonstrar. Naturalmente que haverá uma enorme luta pelos lugares da frente, mas tendo feito vários dias de testes na Córsega, estamos certamente bem preparados. Tenho mais um dia de testes programado antes do início da prova e o Shakedown, em que poderei fazer as afinações finais."

 

Não lhe é permitido comentar.