facebook

banner-site-desafio

paulorc3algaNo Rallye Casinos do Algarve, agora em versão internacional, Paulo Neto / Vitor Hugo têm como objetivo a conquista do titulo no Grupo RC3, naquela que será a derradeira prova do ano.

O Campeonato Nacional de Ralis vai terminar no próximo fim-de-semana (17 e 18 de novembro), com a disputa do tradicional Rallye Casinos do Algarve, este ano em versão internacional com a disputa da Final do European Rally Trophy, numa edição que assim estará recheada de pilotos estrangeiros.

"Vamos ter mais concorrência e mais espetáculo nos troços de Monchique, mesmo que muitos dos pilotos estrangeiros não sejam muito conhecidos em Portugal. Penso que o Clube Automóvel do Algarve está de parabéns, pois conseguiu montar uma prova interessante, com muitos troços e com uma boa lista de inscritos", afirma Paulo Neto, dizendo que "é um rali que conhecemos relativamente bem de edições anteriores, mas que é sempre muito técnico e difícil, com as constantes mudanças de piso. Sendo um rali com 13 troços, o que é raro nos dias de hoje no Nacional de Ralis, será sempre disputado em ritmo sprint e não haverá lugar a grandes táticas ou estratégias, pois também os nossos adversários conhecem bem esta prova".

Paulo Neto / Vitor Hugo estarão concentrados na luta pelo Grupo RC3, dependendo apenas desta dupla a conquista desta competição. "Já não estamos na luta pelo título das duas rodas motrizes, mas poderemos entrar na luta pela vitória nesta categoria no Rallye Casinos do Algarve. Porém, o nosso objetivo é lutar abertamente pelo título no Grupo RC3, e tudo iremos fazer para o trazer do Algarve, o que seria um justo prémio para toda a equipa depois de mais um ano em que os azares voltaram a condicionar os nossos resultados", conclui Paulo Neto.

A Paulo Neto Sport conta com os seus parceiros Roca, Weber, Baxi, Dominó, Italbox, Quantinfor, Total, Caras Decoração, Vitarte, Banhoazis e Cision, bem como com a assistência da P&B Racing para a temporada de 2017.

Não lhe é permitido comentar.