facebook

banner-site-desafio

meeke(POR RICARDO NASCIMENTO)

Com margens tão curtas entre os sete melhores classificados, era natural que pudesse haver várias trocas de posições entre eles. Agora em pisos de asfalto, o rally continuou competitivo e tem um novo líder, num dia em que os Hyundai não estiveram bem.

Kris Meeke venceu a primeira especial do dia, passou de terceiro para primeiro e manteve-se sempre na liderança durante toda a etapa, sendo também o piloto mais rápido de hoje numa brilhante atuação por parte do britânico.

Dani Sordo começou o dia a subir posições, chegando mesmo ao segundo lugar, mas na penúltima especial do dia, o espanhol bateu numa pedra e partiu o braço de direção, ficando fora do rally por hoje.

Sébastien Ogier e Ott Tänak lutaram arduamente durante todo o dia, com o estónio a ter alguns problemas de caixa no inicio da manhã. Os dois pilotos estiveram sempre a trocar de posição entre ambos, por vezes com diferenças inferiores a 1 segundo. No entanto, o francês venceu as três últimas especiais, recuperou a segunda posição, mas continua com Tänak a 1,5s na terceira posição.

Com Latvala de fora, o seu colega Juho Hänninen esteve em bom plano nos troços de asfalto, sendo o segundo piloto mais rápido do dia, muito por culpa dos dois troços que venceu esta manhã. Com esta brilhante prestação, o finlandês subiu à quarta posição a 19,5s de Tänak.

Andreas Mikkelsen não esteve tão bem no asfalto como esteve nos pisos de terra. O norueguês teve dificuldades em afinar o carro, desceu várias posições e depois acabou por bater no mesmo sítio do que Sordo e abandonar pelos mesmos motivos.

Thierry Neuville não começou o dia satisfeito com o comportamento do carro e depois perdeu tempo com um problema hidráulico no i20 que o fez chegar 3 minutos atrasado à última especial da ronda matinal e penalizar 30s. O belga acabou por perder posições, mas com os azares dos seus colegas de equipa, Neuville terminou o dia em quinto, mas a quase 1 minuto do líder.

Mads Østberg queixou-se da inexperiência com o Fiesta em pisos de asfalto e também ele bateu no mesmo sitio do que Sordo e Mikkelsen. No entanto, o norueguês continuou o seu rally, mas não se livrou de penalizar 30s e perder uma posição para Esapekka Lappi que passou a ser o sexto classificado.

Esperava-se mais de Stéphane Lefebvre no asfalto, mas o francês só conseguiu subir duas posições após as desistências dos pilotos da Hyundai.

Elfyn Evans também continuou muito apagado no segundo dia, longe das boas exibições que teve em alguns rallies na presente temporada.

Eric Camilli continua a ser o melhor entre os R5, mas é Teemu Suninen quem continua também liderar o WRC2, recuperando tempo ao seu colega de equipa, sem os problemas de direção assistida que o afetaram ontem.

VENCEDORES DE TROÇOS:
Ott Tänak (1): Kris Meeke (3); Andreas Mikkelsen (1); Jari-Matti Latvala (1); Sébastien Ogier (4); Juho Hänninen (2); Thierry Neuville (1)
LÍDERES DO RALLY:
Ott Tänak (SS1 a 2); Andreas Mikkelsen (SS3); Mads Østberg (SS4); Andreas Mikkelsen (SS5 a 6); Kris Meeke (SS7 a 13)

PRINCIPAIS ABANDONOS:
4 Andreas Mikkelsen A/ Anders Jæger (N) Hyundai i20 coupe WRC (direção na SS12)
6 Dani Sordo / Marc Martí (E) Hyundai i20 coupe WRC (direção na SS12)
10 Jari-Matti Latvala / Miikka Anttila (FIN) Toyota Yaris WRC (derrame de óleo antes da SS6)
40 Hiroki Arai / Glenn MacNeall (J/AUS) Ford Fiesta R5 (capotou na SS3)
86 Max Vatanen / Jacques-Julien Renucci (FIN/F) Ford Fiesta R5 (SS2)

CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO DIA
espanha2clas

Não lhe é permitido comentar.