facebook

posvendaclick

tanaksardenha(POR RICARDO NASCIMENTO)

O segundo e mais longo dia do Rally Sardegna voltou a ser demolidor, provocando novas alterações na classificação, com furos, avarias e muitas irritações com o muito pó. No inicio da manhã chegou a haver polémica devido aos intervalos entre os wrc terem sido de apenas 2 minutos, mas a partir do segundo troço, a organização voltou a dar 3 minutos.

Hayden Paddon venceu a primeira especial no inicio do dia, manteve a liderança durante a manhã, mas cometeu um erro e abandonou no inicio da tarde, ao dar um toque numa barreira, danificando a suspensão e a transmissão do Hyundai.

Thierry Neuville venceu a segunda especial do dia, reduzindo a desvantagem para Paddon, mas o belga ficou sem travões na especial seguinte, perdendo mais de 1 minuto e uma queda para a quarta posição. Com o abandono do seu colega de equipa, Neuville subiu para terceiro e agora só pensa em terminar e atacar os pontos da Power Stage.

Ott Tänak passou para segundo com o azar de Neuville e depois para primeiro com o erro de Paddon. O estónio já vinha a reduzir a desvantagem para Paddon quando venceu a terceira especial de hoje e voltou a fazer o mesmo nos dois troços seguintes, para estar a um grande passou de vencer o primeiro rally no WRC.

Jari-Matti Latvala ficou furioso quando perdeu alguns segundos no pó de Østberg (+9s do que Tänak), mas o finlandês foi sempre mais lento do que o estónio, estando na segunda posição a 24,3s de Tänak.

Sébastien Ogier e Mads Østberg perderam mais de 2 minutos para trocar pneus furados na última especial da manhã. O norueguês foi um pouco mais lento do que o francês, caindo para oitavo e Ogier para sétima, mas com o erro de Paddon, ambos subiram uma posição.

Esapekka Lappi perdeu tempo atrás do pó de Mikkelsen e depois perdeu mais alguns segundos quando abusou dos travões para poupar os pneus. No entanto, o jovem finlandês conseguiu subir à quarta posição, após vencer o derradeiro troço do dia e de ter aproveitado o atraso de Juho Hänninen, quando este fez um pião e depois ficou sem direção assistida, caindo para a quinta posição.

Andreas Mikkelsen furou na mesmo sítio de Ogier e Østberg, perdendo mais de 2 minutos para trocar a roda e no final do dia, ficou sem tração dianteira no C3 WRC. O norueguês continua a ser o melhor representante da Citroën, mas dificilmente conseguirá melhor do que a oitava posição.

Eric Camilli perdeu a melhor posição entre os R5 para Jan Kopecký, estando os dois pilotos separados por 0,9s. O checo continua a liderar o WRC2 com 1m31,3s de vantagem para Ole Christian Veybi.

Dani Sordo teve alguns problemas com o seletor da caixa de velocidades, mas já recuperou até à décima quinta posição. Elfyn Evans apanhou vacas em pleno troço e Craig Breen teve alguns problemas no Citroën que se mostrou difícil de conduzir.

VENCEDORES DE TROÇOS:
Thierry Neuville (2); Kris Meeke (1); Juho Hänninen (1); Dani Sordo (2); Esapekka Lappi (3); Hayden Paddon (1); Ott Tänak (3)
LÍDERES DO RALLY:
Thierry Neuville (SS1); Kris Meeke (SS2); Juho Hänninen (SS3); Kris Meeke (SS4); Hayden Paddon (SS5 a 12); Ott Tänak (SS13 a 15)

PRINCIPAIS ABANDONOS:
4 Hayden Paddon / John Kennard (NZL) Hyundai i20 coupe WRC (suspensão após SS13)
7 Kris Meeke / Paul Nagle (GBR/IRL) Citroën C3 WRC (danos após acidente na SS5)
40 Fabio Andolfi / Manuel Fenoli (ITA) Hyundai i20 R5 (SS7)
37 Hiroki Arai / Glenn MacNeall (JAP/AUS) Ford Fiesta R5 (SS12)

CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO DIA
sardenhadia217

Não lhe é permitido comentar.