faceralis

 

posvendaclick

motavenceouro11Num rali totalmente novo e com um esquema de um troço com quatro passagens, todas em asfalto, Luís Mota fez juz aos seus títulos regionais e vence de forma categórica o Rali Coração de Ouro, com uma prestação que pode ser considerada dourada.

A desistência de Renato Pita a seguir ao primeiro troço, por problemas eléctricos no Mitsubishi, permitiu a Alberto Cabral assumir de pronto o segundo lugar com o seu Evo VII, posição que não mais largou, tendo feito uma prova sem problemas.

Excelente ponta final de Rui Salgado no Peugeot 306 GTi. Subiu no derradeiro troço do 5º lugar ao 3º posto, depois de um excelente crono nessa especial, enquanto Nuno Cardoso (Mitsubishi Carisma GT), que tinha quase essa posição assegurada, descia várias posições.

Destaque ainda para as boas provas de Miguelo Carvalho e André Martins, ambos em Citroen Saxo, que fecharam o top 5.

Nos extra a vitória foi para o potente Porsche de Rui Garcia, ficando Ivo Nogueira no Citroen DS3 no segundo lugar mas apenas a 7,4s. O terceiro posto nos Extra foi para o Ford Escort de Paulo Torres.

LÍDERES DO RALI:
Luís Mota (1ª à 4ª PEC)
VENCEDORES DE TROÇOS:
Luís Mota (4)

CLASSIFICAÇÃO FINAL (link)
1º Luís Mota / Alexandre Ramos – Mitsubishi Lancer Evo VI a 22m26,7s
2º Alberto Cabral / Fernando Vaz – Mitsubishi Lancer Evo VII a 32,1s
3º Rui Salgado / Luís Godinho – Peugeot 39 GTi a 47,8s
4º Miguel Carvalho / Miguel Cruz – Citroen Saxo a 52,0s
5º André Martins / Ricardo Torres – Citroen Saxo a 1m03,5s
6º Nuno Cardoso / André Guedes - Mitsubishi Carisma Gt a 1m05,0s
7º Júlio Bastos / Aníbal Pereira – BMW M3 a 1m37,1s
8º António Oliveira / António Campos – Peugeot 205 GTi a 2m06,2s

PILOTO DE RALI
Luís Mota
MOMENTO DO RALI
Desistência de Renato Pita após o 1º troço
MENOS DO RALI
Ausência de luta pelo primeiro lugar

Não lhe é permitido comentar.