faceralis

 

guiaaft

editorial572015Tenho seguido com bastante entusiasmo a acção que os comissários técnicos têm vindo a efetuar em diversos ralis em Portugal.

Mais do que era normal, estes comissários têm vindo a verificar cada vez mais tudo o que é órgão de segurança do automóvel e dos pilotos, para que a segurança de todos aqueles que estão envolvidos nos ralis não seja posta em causa.

Contudo, continua a falhar-se muito na segurança dos espectadores. Basta ver muitos dos vídeos que estão no youtube dos ralis mais recentes para perceber que se continua a falhar bastante nesta matéria.

O elemento "sorte" continua a ser o principal argumento apresentado para que tudo corra melhor em relação ao que se viu em 2014, mas continua a faltar uma verdadeira estratégia de prevenção para o público.

O que também continua a falhar é a promoção. Fala-se que a FPAK continua a receber propostas diversas para a promoção do Campeonato Nacional de Ralis, mas a verdade é que nada é feito para dinamizar uma competição que movimenta neste momento vários milhões de euros.

Compete aos órgãos de comunicação fazê-lo (e nós estamos a fazê-lo) , mas atualmente o paradigma mudou completamente, sendo preciso investimento e essencialmente muito trabalho para que um projeto de promoção credível possa vingar em dois ou três anos.

Algo que também deixou de haver nas televisões e até nas rádios nacionais é o "lobbie" dos ralis ou mesmo do desporto automóvel. Atualmente nas televisões existe o fortíssimo lobbie do futebol, mas faltam pessoas que possam puxar pelo desporto automóvel e pelos ralis em particular, para que se consiga arranjar mais espaço para este desporto. Alguns (poucos) bons exemplos são conhecidos em Portugal, nomeadamente nas regiões autónomas, mas a nível nacional está tudo por fazer... e é pena, depôs do que se viu no Rali Vidreiro.

Bons Ralis, mas em segurança!!!

Paulo Homem

Não lhe é permitido comentar.

RALIS ONLINE TV

RALIS ONLINE TV 2