faceralis

 

posvendaclick

bmacoresVencedor do Azores Rallye em 2008, 2010 e 2017, Bruno Magalhães depositava legítimas esperanças num bom resultado na segunda prova do Campeonato de Portugal de Ralis, naquele que é considerado um dos mais bonitos e carismáticos ralis de terra do mundo.

O piloto de Lisboa, tricampeão nacional absoluto e vice-campeão da Europa, voltou a aliar a rapidez e a consistência nas exigentes especiais da ilha de São Miguel, onde nunca tinha pilotado o Hyundai i20 R5, terminando a prova no 2.º lugar do CPR e muito próximo do pódio do Europeu de Ralis (ERC), no 4.º posto da geral absoluta.

"Disputar o rali dos Açores é sempre uma montanha-russa de emoções e este ano tivemos algumas das condições mais adversas que já encontrei, no último dia de prova", referiu Bruno Magalhães. "Curiosamente, foi precisamente quando as condições ficaram mais duras que pudemos atacar e garantir o resultado que precisávamos para o campeonato. Estivemos sempre a evoluir o carro em todos os parques de assistência e acho que demos um passo em frente em termos de setup e de performance. Foram mais 220 quilómetros cronometrados com o Hyundai i20 R5, que mais uma vez mostrou uma fiabilidade notável e que nos dá todas as garantias para as próximas provas", apontou o piloto português, que também fez questão de "agradecer o trabalho de toda a equipa e o apoio do público dos Açores, que torna de facto este rali muito especial para qualquer piloto."

Não lhe é permitido comentar.

RALIS ONLINE TV

RALIS ONLINE TV 2